+1 (305) 323.5377 growth@besingular.us
Select Page

novos_indicadores“(…) A crise é muito mais urgente e dramática do que sabemos e como disse um rabino que conheci: ‘Se continuarmos indo para aonde estamos indo, nós vamos chegar. E não é um bom lugar.’”, Sérgio Besserman.

Ainda sobre o assunto iniciado no post anterior…

Estamos vivendo um momento interessante no mundo. Por conta do aquecimento global e da crescente preocupação com a sustentabilidade, administrar uma empresa ou um país, lançando mão apenas de indicadores financeiros, tem sido, gradualmente, questionado.

Alguns indicadores, antes ignorados ou considerados de segunda linha, estão ganhando importância nos países e empresas: satisfação do cliente (esse já é manjado), satisfação dos funcionários – bom lugar para se trabalhar, empresa cidadã e solidária, grau de formalidade, emissão de carbono, quantidade de árvores plantadas em contrapartida a uma atividade poluente, não fazer negócios com empresas que empregam mão-de-obra infantil, que polui o meio ambiente, ou que agride as florestas.

E olhando para nós mesmos: qualidade de vida, relação com nossos filhos, em quantidade e qualidade, alimentação saudável, não beber e dirigir, tratar bem as pessoas, respeitar a natureza, jogar o lixo no lixo, entre outros.

Quais são os seus indicadores?

Alexandre Ribenboim.